Páginas

domingo, 3 de agosto de 2014

Relatos de uma UTI

Oi gente!!!


Vim contar pra vocês sobre meus últimos dias. Nossa vida é regida por momentos, experiências boas e ruins. Que nos transformam, edificam. 





Passei 9 dias na UTI do hospital com meu filho Matheus. 
E, sem sombra de dúvidas saímos de lá muito diferentes. Chegamos lá com ele apresentando broncoespasmos e pneumonia. O susto foi enorme e a dor nos nossos corações, meu e do pai, foi grande. 
A cada dia podíamos contemplar coisas que só lá encontraríamos.
Casos, pessoas que vem e vão, laços criados, aprendizados e doces surpresas.
Pude ver o amor ao próximo, o carinho, o cuidado, não só comigo mas com outras pessoas. Presenciamos o cuidado de Deus na vida delas.

Vi uma avó que cuidava do seu neto. Há 4 meses sem sair da UTI, já na sétima internação da criança que tem apenas 2 anos. Um menino especial, que recebia o amor dessa avó 24 horas, uma legítima avó, legitimidade dada não por laço sanguíneo, pois o menino não era seu neto, a mãe quando soube que ele era especial o abandonou e ela sem pensar duas vezes o acolheu dentro do seu coração.

O real amor, que não encontramos em toda esquina, infelizmente. Enquanto pessoas conseguem se alegrar com o sofrimento alheio outras se colocam como escudos protetores na vida de quem precisa. Erguem as mãos SEM QUERER NADA EM TROCA! Até porque a troca já é a realização de fazer a jornada do outro mais leve. É a pura vontade de exercer o amor ao próximo.  
Pude conhecer histórias e famílias diferentes mas ao mesmo tempo iguais, dando e recebendo naquele lugar.

Trouxe comigo uma amizade. Uma pessoa que também cuidava de seu tesouro e por puro amor me ergueu a mão. Me deu apoio. Levo comigo no peito e na vida essa amiga que fiz num momento difícil.  



Há amigo mais chegado que irmão PV 18:24
Se você já o achou cuide dele. Se não achou, não dê espaço a qualquer um, pois certamente não saberá reconhecer suas qualidades. Mas espere, que o melhor de Deus está por vir.

Quem diria que tanta coisa poderia acontecer numa UTI?
Mas é assim que nossa vida se transforma, num relance. Num momento que inevitavelmente saímos de nossa ZONA DE CONFORTO.  
Se algo acontecer na sua vida e você se ver fora dessa zona de conforto, fora da sua fortaleza diária, espere, observe, e você verá coisas grandes acontecendo ao seu redor. Absorva tudo de bom que chegar em você, aprenda e PRINCIPALMENTE não RECLAME, não murmure pois se o fizer  não conseguirá perceber a real finalidade daquilo que você está passando. 
Cresça, evolua! Se deixe moldar.

Estou desde ontem com meu lindo menino aqui em casa, bem, graças a Deus. E mais completa do que eu era antes, sem dúvidas! O mal que chegou em nós se foi, em nome de Jesus, e fará morada no lugar de onde ele veio.

Um abraço em todos que estiveram comigo  e com meu marido nesses dias, esses, quando lerem saberão que são deles que estou falando. Deus os abençoe.

Um beijo e um abraço carinhoso a você que vai ler esse  pequeno relato.

Eu sigo por aqui cuidando do meu barrigão, da nova bênção que Deus tem preparado no meu ventre.



Amor e paz!!!

Dani


"TODAS AS COISAS COOPERAM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM DA DEUS"